Consciência sindical e a “classe para si”

Rodrigo Vides Vieira “A classe é definida pelos homens enquanto vivem sua própria história e, no final, esta é sua única definição.” (E. P. Thompson) Navegar pelas comunidades de professores nas redes sociais é se deparar, constantemente, com uma afirmação categórica: o professorado é... (more...)

O nome da esquerda (que ousa dizer seu nome)

Betto della Santa Direita e Esquerda: razões e significados de uma distinção política – de Norberto Bobbio, filósofo italiano mundialmente reputado – teve tradução brasileira lançada apenas um ano após sua aparição na Itália, pela Editora Unesp, sob prefaciação de Marco Aurélio Nogueira... (more...)

Por um marxismo profano

Alvaro Bianchi Certa feita, Jean-Paul Sartre afirmou que o marxismo era a filosofia insuperável de nossa época. Ao afirmar isso registrou o caráter histórico do marxismo, o qual era o ponto de culminância e a negação do pensamento filosófico precedente. A afirmação registrava, ao mesmo tempo,... (more...)

Foi há trinta anos: o PT e o boicote ao Colégio Eleitoral de 1985

Valerio Arcary ” Quando a causa está quase de todo perdida, deve-se tudo arriscar.” (Sabedoria popular portuguesa.) Na eleição indireta de 1985, o PT decidiu, por amplíssima maioria, o boicote ao Colégio Eleitoral e se negou a liberar deputados a votarem na chapa Tancredo Neves/José... (more...)

Nas ruas por direitos: uma análise das jornadas de junho de 2013

Felipe Demier Sem muitos riscos, pode-se dizer que as ingentes massas que se levantaram em junho de 2013 o fizeram contra os efeitos sociais deletérios de um regime democrático-blindado, o qual começou a ser engendrado ainda sob a (e pela) ditadura bonapartista, medrou e institucionalizou-se nos... (more...)

Je suis Younes Amrani

Ruy Braga Younes Amrani, jovem sub-empregado de origem marroquina, enviou em 2003 um e-mail ao sociólogo Stéphane Beaud. O propósito da mensagem era comentar o livro de Beaud dedicado às vicissitudes da massificação do ensino superior na França. Em “80 % au bac” et après?, o sociólogo... (more...)

A vingança do riso

 Daniela Mussi, de Paris “As definições que tendem a fazer do cômico uma relação abstrata percebida pelo espírito entre as ideias, ‘contraste intelectual’, ‘absurdo sensível’, etc., mesmo convenientes realmente à todas as formas do cômico, não explicam em nada por que o cômico nos... (more...)

Duas interpretações da crise, dois caminhos para a esquerda

Patrick Galba de Paula  O que será tentado neste esboço é iniciar uma síntese da análise marxista da atual crise do capital e apontar suas decorrências para a política do socialismo marxista, em seus aspectos fundamentais. Ou seja, a questão a ser tratada aqui é a seguinte: Diante da crise... (more...)

A literatura cubana da revolução à restauração do capitalismo

Diego Braga  Quem abre a porta do estábulo para que escape o cavalo que te guia? (Roberto Friol.)  As afinidades recentes entre Raúl Castro e Barack Obama recolocaram a questão cubana em debate e confirmaram as análises de que o capitalismo, restaurado em Cuba desde meados dos anos 1990, segue... (more...)

Bolívar, Goya: o político e o artista diante da revolução burguesa

Daniela Mussi Simón Bolívar e Francisco Goya, o político e o artista, viveram na mesma época. Bolívar comandou os exércitos em luta pela independência das colônias espanholas na América Latina, inspirado pela Revolução Francesa e, principalmente, pela figura de Napoleão Bonaparte. Goya,... (more...)

powroznik.ouy stryskomindy@mailxu.com